Páginas

domingo, março 30, 2008

Destruição do Rio de Janeiro

Hoje eu fui visitar uma exposição das fotografias dos filhos de Marc Ferrez no CCBB. É sempre desalentador ver lugares como a lagoa Rodrigo de Freitas, praias de Ipanema e Copacabana e a Barra da Tijuca em seus estados primitivos, ainda intocadas pelas mãos do progresso. Eram lugares paradisíacos, acredito que a beleza destes lugares era ímpar, é entristecedor.
Outra ação devastadora na nossa cidade foi contra a baia da Guanabara, totalmente deformada e aviltada com os soterros. O desmonte do morro do castelo e a construção da av. Pres. Vargas também causaram uma perda irremediável ao patrimônio cultural da cidade. Foi no morro do Castello que se iniciou a fundação da cidade, com o complexo jesuíta e o convento dos capuchinhos. Quando vou nestas exposições de fotografias antigas do Rio eu saio com um sentimento misto de decepção e estupefação, o primeiro pela destruição e o segundo pela beleza do que foi o Rio de Janeiro.

Nenhum comentário: