Páginas

domingo, dezembro 23, 2007

Por falar em palácios...

É de todos sabido que vivemos em uma República, e o que significa isso? A origem da palavra é latina, Res publica ou a coisa pública, está embutido nesta palavra, e isso é o que significava para os Romanos, que deveria se haver um cuidado com o que é público e por conseqüência o cuidado do patrimônio de todos, sem esbanjamento nem privilégios indivíduais, isso deve ser uma preocupação constante dos que exercem o comando. Aqui no Brasil vivemos longe destes ideiais, estamos mais próximos de um modelo monárquico, que tem um governante quase absoluto (presidente) e a nobreza que vive das benesses deste poder (deputados e senadores e em menor escala o poder judiciário). Os privilégios são escancarados para quem quiser ver (carro oficial, vários subsídios, altos salários, vários cargos disponíveis e moradias oficiais). O que mais chama a atenção é a presença de palácios em um sistema dito republicano. O palácio não é a moradia de um rei? Pois então, no Brasil temos o palácio do planalto, da alvorada etc. Vivemos num regime monárquico, que espantoso!!! A diferença é que este regime é muito, mas muito, mais caro para os seus vassalos, e além disso se é acumulativo, isto é, o indíviduo não perde nunca os privilégios adquiridos, além de tudo sustentamos várias famílias reais (josé sarney, fhc, collor, itamar e o próprio lula quando sair, se sair).

Não há uma luz no fim do túnel.

Nenhum comentário: