Páginas

quarta-feira, outubro 24, 2007

Nossos Imperadores


Nestes últimos meses li as biografias de duas grandes personalidades brasileiras e que de certa maneira deixaram também uma grande saudade na parte mais esclarecida da população: D. Pedro I e D. Pedro II. Foram estes dois homens, pai e filho, de personalidade dispar um do outro e que com seus esforços (ambos), inteligência (mais D. Pedro II) e impetuosidade (mais D. Pedro I acompanhado de ausência de escrúpulos)tornaram possível o sonho do Brasil unido, e que em vários aspectos prosperou.
Estes livros fazem parte de uma coleção da companhia das letras chamada perfis brasileiros e os títulos são: D. Pedro I: um herói sem nenhum caráter e D. Pedro II.
O grande legado de D. Pedro I foi a indepêndencia do Brasil, mas poucos sabem que D. Pedro I foi considerado um monarca esclarecido defensor dos sistemas constitucionais, deixando de herança a primeira constituição do Brasil, que foi modela para a adotada em Portugal no mesmo período. Outro fato ímpar de sua biografia é que foi governante do Brasil e mais tarde de Portugal, como D. Pedro IV, título que abdicou em nome da filha, D. Maria II uma rainha européia mas que era brasileira, após uma guerra contra seu irmão D. Miguel que usurpou o trono português. Morreu jovem de tuberculose.
D
Pedro II reinou por quse 50 anos, um fato interessante foi ter assumido este cargo com apenas 15 anos. Foi um monarca esclarecido admirado e amado por todos.
Acho que vou escrever mais sobre cada nos próximos posts.

Nenhum comentário: